Candidatos à prefeitura de Porto Velho defendem suas propostas em debate da Faculdade Sapiens e Rondoniaovivo

13/11/2020   ·    Notícias

Fonte: Rondoniaovivo

Aconteceu no dia 12 de novembro o último debate antes do primeiro turno das eleições municipais com os candidatos à prefeitura de Porto Velho realizado pelo site Rondoniaovivo e a Faculdade Sapiens, com onze candidatos que tiveram a oportunidade de apresentar as propostas para quase 2000 espectadores simultâneos que farão uma escolha mais consciente no dia 15 de novembro.

Estiveram presentes os candidatos Breno Mendes (Avante), Coronel Ronaldo Flores (Solidariedade), Edvaldo Soares (PSC), Eyder Brasil (PSL), Hildon Chaves (PSDB), Leonel Bertolin (PTB), Lindomar Garçon (Republicanos), Pimenta de Rondônia (PSOL), Ramon Cujuí (PT), Samuel Costa (PSTU) e Vinicius Miguel (Cidadania).

O debate teve cinco blocos que trouxeram a visão dos candidatos em temas como educação, saúde e pandemia, transporte e mobilidade urbana, segurança, geração de emprego e renda, agricultura e os distritos.

Breno Mendes (AVANTE) defendeu a aplicação do Plano de Carga Carreira e Remuneração (PCCR), para os servidores públicos municipais. “Eu e meu vice Joselineo Muniz vamos trabalhar juntos para dar o valor que os profissionais de saúde merecem”.

A candidata Cristiane Lopes (PP) não participou do debate por estar de quarentena após ter sido contaminada com o vírus da covid-19.

Edvaldo Soares (PSC) disse que sua experiência política o possibilitou resolver os problemas no diálogo. “Não vou esperar que o Governo faça aquilo que eu posso fazer, como aconteceu com o trabalho à pandemia em Porto Velho”.

Em certo momento do debate, Eyder Brasil (PSL) falou sobre os aplicativos de mobilidade urbana, mototaxistas e táxis. “Vocês carregaram o transporte coletivo nos últimos 4 anos, que entrou em colapso total devido à pandemia e aos lockdowns. Nós iremos regulamentar e regularizar para honrar vocês”.

O candidato à reeleição Hildon Chaves (PSDB) apontou a necessidade de assumir o compromisso de manter seu trabalho à frente da capital do Estado. “Serão tempos difíceis mais estamos preparados a ressaca da pandemia será grande em 2021”.

Leonel Bertolin (PTB) expôs sua defesa do Marco Regulatório do Saneamento Básico. “Fazer saneamento básico é coisa séria. Para que possamos resolver o problema de Porto Velho precisamos entender, ter compromissos, montar uma equipe estritamente técnica”.

A verba repassada de pelas usinas hidrelétricas instaladas no rio Madeira foi defendido por Lindomar Garçon (Republicanos) como solução para problemas da capital. “Temos as compensações das usinas que podem resolver esse problema da falta de creche em nossa cidade para que os pais tenham tranquilidade para buscar seu sustento”.

Pimenta de Rondônia fez acenos à juventude para melhorar a cidade e gerar empregos, cuidando dos artistas e das pessoas que perderam emprego de Porto Velho. “Não podemos de forma alguma nos espelhar em políticos homofóbicos e ignorantes”.

O candidato do PT, Ramon Cujuí, disse que fará um programa para limpar os terrenos baldios e defendeu seu partido de ataques. “O Partido dos Trabalhadores está fora da gestão de Porto Velho, há mais de 8 anos, e que ainda tem candidatos dizendo que a culpa dos problemas da capital é do PT”.

Já Ronaldo Flores (Solidariedade) se defendeu de ataques sobre não ser da capital. “Nós temos a convicção que nossos projetos são os melhores. Temos a convicção de que os nossos projetos abrangem todas as pessoas em Porto Velho”.

Samuel Costa (PCdoB) afirmou um compromisso com os distritos da capital. “Você, homem do campo, alto, médio e baixo Madeira, dos distritos do eixo da BR, você de Rio Pardo, nós vamos implementar a secretaria distrital, que terá total autonomia administrativa e financeira”.

O candidato Vinicius Miguel (Cidadania) apresentou propostas na área de saneamento básico. “Nós precisamos de um planejamento estratégico com vistas à aprovação do plano municipal de saneamento básico, precisamos contratar engenheiros civis e sanitários. Sem recursos humanos é impossível fazer o funcionamento da máquina”.

Ao fim do debate, o jornalista do Rondoniaovivo Cícero Moura, mediador do debate, finalizou falando em nome de Paulo Andreoli, dono do site. “Depois de domingo a vida segue para todos nós aqui. Alguns vão trabalhar no serviço público, outros nos seus negócios, enfim, a gente segue. Apesar dos momentos efusivos, agradecemos a forma respeitosa como se trataram.”

“O Grupo Sapiens acredita que ceder o espaço para um evento tão importante é uma forma de mostrar nosso compromisso com Porto Velho, dando a oportunidade dos eleitores fazerem uma decisão consciente”, finalizou Augusto Pellucio, diretor-executivo do Grupo Sapiens.

Clique fora do campo ou botão para fechar
Fale com a gente pelo WhatsApp :D
Olá!