CURSO
Engenharia Civil

Voltar para todos os cursos

O curso de Engenharia Civil da Faculdade Sapiens possui um caráter dinâmico, pois sua proposta é a integração entre a teoria e prática. A teoria lecionada ao longo do curso tenciona proporcionar ao aluno uma formação em harmonia com as necessidades contemporâneas do mercado de trabalho. A prática que se almeja aprimorar ao longo do curso baseia-se em iniciação científica, visitas técnicas, estágio supervisionado, atividades complementares etc.

Duração: 10 semestres

Carga horária: 4.040

MERCADO

A Engenharia Civil oferece aos seus profissionais um variado campo de atuação, com possibilidades de trabalhas em empresas privadas de diversos portes ou ocupar posições em órgãos públicos.

Para atuar na área é necessário a conclusão do curso de Engenharia Civil reconhecido pelo MEC e a obtenção de registro no CREA – Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia.

O Brasil forma cerca de 40 mil engenheiros por ano, mas ainda se fala em escassez de mão-de-obra qualificada para atender às necessidades do mercado. De acordo com levantamento recente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), o País precisará formar 95 mil engenheiros por ano até 2020 para suprir essa demanda.

A construção civil é uma área bastante sensível às mudanças econômicas, tanto que passa a ser indicadora de crescimento ou de retração em um país. Por isso, as turbulências enfrentadas pelo Brasil nos últimos tempos afetaram negativamente o setor e a empregabilidade dos profissionais que atuam na área. Contudo, as perspectivas estão melhorando cada vez mais para essa área da Engenharia. Isso acontece porque o engenheiro civil atua em setores vitais para o equilíbrio econômico. Por isso a estagnação do mercado é curta e passageira.

CARREIRA

O profissional de Engenharia Civil formado pela Faculdade Sapiens estará capacitado a desenvolver e se responsabilizar por toda e qualquer atividade relacionada à construção civil. Nesse sentido, poderá atuar em toda a cadeia produtiva da construção civil, passando pela indústria de materiais de construção, projetos de infraestrutura e de edificações em todo o seu ciclo de vida: concepção, estudo de viabilidade, gestão do design, gestão da produção e manutenção.

O Engenheiro Civil é apto a conduzir Empresas na área de Construção Civil, tanto como contratado, quanto gerindo seu próprio negócio (Profissional Liberal e Empresário) ou assumindo trabalhos como Responsável Técnico em todas as etapas dos projetos de construção civil, tendo como possíveis campos de atuação Obras de infraestrutura (rodovias, ferrovias, viadutos, portos, metrôs e viadutos); Obras de saneamento básico (redes de captação e distribuição de água e estações de tratamento de água e esgotos); Projetos, gerência e execução de obras de barragens, canais, reservatórios, sistemas de irrigação, drenagem ou obras costeiras; Gerência de recursos prediais e obras civis; Construção urbana (edifícios e grandes instalações, estádios esportivos, shopping centers, aeroportos, etc.); Estruturas e fundações (fundações e estruturas de madeira, aço ou concreto); Indústria de materiais e controle tecnológico; Projetos Urbanos; Projetos de Transportes.

REMUNERAÇÃO

De acordo com a lei nº 4.950-A, de 1966, todos os profissionais graduados em Engenharia, Arquitetura, Agronomia, Química e Veterinária devem receber os seguintes pisos salariais, independentemente do local de atuação (a lei é válida para todo o território nacional):

  • para a jornada diária de seis horas: seis salários mínimos;
  • para a jornada diária de sete horas: 7,25 salários mínimos;
  • para a jornada diária de oito horas: oito salários mínimos.

A Engenharia Civil está entre as profissões mais bem remuneradas do Brasil, com salários que podem superar os R$ 45 mil por mês.

No país, o salário médio de um engenheiro civil é de R$ 6.839, conforme o Guia de Profissões e Salários da Catho.

Clique fora do campo ou botão para fechar