CURSO
Gestão de Recursos Humanos

Voltar para todos os cursos

Entender o perfil do profissional de RH ideal é uma tarefa que merece atenção, pois toda empresa precisa contar com uma equipe altamente qualificada nesse setor. Afinal, ele é responsável por selecionar e montar um time de colaboradores engajados e que vestem, de fato, a camisa da organização — um verdadeiro desafio nos dias atuais.

Por isto a formação deste profissional precisa ser dinâmica, e o aluno necessita vivenciar experiências pedagógicas relacionadas à própria motivação individual, a interação com o grupo e na parte organizacional, para conhecer os processos de práticas de RH implementados nas empresas.

O curso de Tecnólogo em Gestão de Recursos Humanos oferecido pela Faculdade Sapiens conta com carga horária de 1.600 horas, composta por sete áreas funcionais, entre elas:  Estratégia e Negociação; Finanças e Economia; Gestão de Pessoas; Marketing; Projetos; Raciocínio Lógico e Matemático; Sociedade e Mundo.

Duração: 4 semestres

Carga horária: 1.860

Carreira

Para se preparar para o mercado de trabalho, uma excelente forma de ingressar nesta carreira é fazer o curso de Tecnólogo em Gestão de Recursos Humanos, com duração média de dois anos, disponível na modalidade presencial, formação de nível superior reconhecida pelo MEC e pelo mercado.

As opções de atuação deste profissional são diversificadas, uma vez que a área de Gestão de Pessoas é subdividida por subprocessos. Com os conhecimentos adquiridos, o profissional tem espaço no mercado para atuar em processos de treinamento e desenvolvimento, administração de pessoal, gestão de benefícios, recrutamento e seleção, qualidade de vida, gestão da remuneração, em cargos gerenciais ou técnicos.

Mercado

Em todas as regiões do país, o profissional de Recursos Humanos tem alcançado importância estratégica para as empresas nos últimos anos. Uma empresa que faz uma boa gestão de pessoas mantém sua competitividade no mercado.

Com essa valorização, vieram melhores salários e, em contrapartida, uma busca maior por profissionais mais qualificados, capazes de trabalhar em grandes departamentos de RH de diversos segmentos no mercado.

Lógica, inovação, liderança e, principalmente, saber lidar com pessoas são as competências mais requeridas nesses profissionais.

Falar uma segunda língua também é uma habilidade requerida e em alguns negócios diferencia os candidatos.

Concursos públicos também é uma boa opção para quem deseja se tornar um tecnólogo em RH.

Remuneração

Os profissionais de RH não têm um piso salarial único em todo o Brasil. Também não estão organizados como uma categoria sindical.

O profissional de RH tem possibilidades de analista (eixo técnico) e avançar para cargo gerencial (eixo gerencial) de acordo com seu tempo de experiência e capacidade de resolver problemas nas empresas.

O universo de atuação do profissional de Recursos Humanos é bastante amplo e os salários variam de acordo com o cargo ocupado, a região geográfica também é um fator relevante.

Um estudo elaborado pela consultoria Robert Half, conforme o guia salarial, revelou que, mesmo em cenário de cautela econômica, os salários pagos aos profissionais de Recursos Humanos aumentaram entre 2% e 9,5% no último ano.

A pesquisa aponta estas médias salariais em abrangência nacional.

O mais comum tem sido o mercado absorver profissionais tecnólogos para atuação nas posições de Coordenador de RH e Analistas nas seguintes faixas – Sênior, Pleno, Júnior.

Conforme guia salarial 2018 publicado, as empresas de pequeno/médio e grande portes, praticam faixas salariais que diferem, no entanto todas abrangem profissionais em seus diversos níveis de carreira. Assim pode-se destacar remunerações praticadas nessa área:

Função Média salarial praticada por porte das empresas (R$)
Pequeno e médio Grande
Coordenador de RH 5.500,00 a 7.500,00 7.500,00 a 9.500,00
Analista de RH Sênior 3.500,00 a 5.500,00 5.500,00 a 8.700,00
Analista de RH Pleno 2.600,00 a 3.700,00 3.700,00 a 6.000,00
Analista de RH Júnior 1.800,00 a 2.500,00 2.500,00 a 4.200,00

A realidade empresarial aponta para urgente necessidade de reestruturação dos processos de gestão de pessoas.  Pela mudança de cenário no mercado, aumento da competitividade, há uma tendência de intensificar a valorização do profissional de RH no mercado de trabalho, uma vez que empresários já percebe a necessidade de melhorar os seus resultados por meio da gestão de pessoas.

Clique fora do campo ou botão para fechar